VARIEDADES | ESPORTE

Felipe Drugovich ganha sua segunda corrida na Fórmula 2
O maringaense foi o principal destaque neste domingo na 6ª etapa da categoria, disputada na Espanha neste final de semana




Foto: Sebastiaan Rozendaal / Dutch Photo Agency

A segunda vitória do piloto maringaense Felipe Drugovich na Fórmula 2 chegou em grande estilo no Circuit de Barcelona-Catalunya, na Espanha. Neste domingo (16), largando em 2º, o Felipe repetiu o final de semana de estreia na categoria, na Áustria, e venceu depois de nova atuação segura, consistente e sem erros.

Felipe Drugovich, que em seu primeiro ano na categoria soma também uma pole position em Silverstone e vários resultados positivos, havia mostrado enorme potencial de vitória no sábado. Porém, um safety car e um segundo pit stop para troca de pneus frustraram as expectativas do piloto brasileiro, que terminou a primeira corrida da 6ª etapa da Fórmula 2 em sétimo.

Neste domingo (16), largando em 2º por conta da inversão dos oito primeiros na corrida 1, Felipe Drugovich assumiu a ponta antes da primeira curva e em duas voltas já abria uma confortável vantagem de pouco mais de 3 segundos sobre Luca Ghiotto, agora o segundo colocado. Com várias voltas rápidas, o piloto da equipe holandesa MP Motorsport continuou abrindo distância sobre o segundo pelotão, liderado por Ghiotto, que sofria forte pressão de Callum Ilott – o líder do campeonato – e de Mick Schumacher.

Preocupado com o alto consumo dos pneus de composto duro no forte calor de Barcelona, o piloto de Maringá  foi diminuindo o ritmo gradativamente, mas sem perder a larga vantagem que já abrira sobre os demais concorrentes. E ao fim de 26 voltas, com a diferença de quase 10 segundos, Felipe Drugovich comemorava sua segunda vitória na temporada, fato repetido por apenas dois pilotos, exatamente os dois primeiros colocados na classificação do campeonato, o inglês Callum Ilott e o russo Robert Shwartzmann.

“Foi bom demais. Eu estava um pouco preocupado com a largada, que ontem não foi tão boa, e sabia que se eu ‘pulasse’ na frente teria bom ritmo para me manter na ponta. Consegui largar bem e o ritmo foi absolutamente muito bom”, disse Felipe Drugovich, que disputa uma das temporadas mais equilibradas da história da categoria. Em 2020, nove pilotos diferentes venceram nas 12 corridas até aqui realizadas.
 

“Depois disso consegui abrir aquele espaço de segurança, de 2 a 3 segundos, fiz minha corrida e mesmo assim eu continuava abrindo deles. O carro estava absurdamente bom e a evolução da equipe foi muito grande neste final de semana. Agora temos que manter este ritmo nas próximas corridas, começando por Spa-Francorchamps daqui a duas semanas”, finalizou Felipe Drugovich.


Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus, da Noma, destaque no segmento de implementos rodoviários, e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

Com informações do site f1mania.net .




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






VARIEDADES  |  21/09/2020 - 17h


VARIEDADES  |  02/09/2020 - 06h